Aprendo mais com abelhas do que com aeroplanos.
É um olhar pra baixo que eu nasci tendo.
É um olhar para ser menor, para o
Insignificante que eu me criei tendo.
O ser que na sociedade é chutado como uma barata
- cresce de importância para o meu olho.

Ainda não entendi porque herdei esse olhar para baixo.
Sempre imagino que venha de ancestralidades machucadas.
Fui criado no mato e aprendi a gostar das coisinhas do chão
- antes que das coisas celestiais.
Pessoas pertencidas de abandono me comovem:
tanto quanto as soberbas coisas ínfimas.
Manoel de Barros
in "Retrato do Artista quando Coisa" (1998)

Subscreva o boletim semanal do IELT

Notícias sobre o IELT

Bento da Cruz: in memoriam

Morreu na passada quarta-feira Bento da Cruz, "príncipe do planalto barrosão". Em 2012 foi um dos homenageados do colóquio do IELT "Paisagens Literárias de Escritores de Trás-os-Montes".

Projecto: As rapinas nocturnas na cultura popular portuguesa

"As rapinas nocturnas na cultura popular portuguesa" é um projecto pretende preservar, por escrito, o vasto e rico património imaterial associado às aves de rapina nocturnas (vulgo corujas, mochos e bufos).

Conferência: Against the Sand and the Sea

Joana Gaspar de Freitas apresentou no mês passado a conferência "Against the Sand and the Sea: The Dunes in Coastal Defense Strategies". A conferência integrou um dos Lunchtime Colloquium do Rachel Carson Center for Environment and Society, em Munique.

Atlas das Paisagens Literárias testado em dispositivos móveis

No dia 23 de Julho, no âmbito do projecto LITESCAPE.PT, decorreram os testes de usabilidade da aplicação que permitirá visualizar e manipular o manancial de informação compilada pelos seus colaboradores.

© 2015 IELT - FCSH/UNL. Todos os direitos reservados. Webmaster