beylikdüzü escort avcılar escort 1º volume da obra poética de António Ramos Rosa | IELT

1º volume da obra poética de António Ramos Rosa

O primeiro volume da Obra Poética de António Ramos Rosa (1924-2013), que reúne os poemas publicados de 1958 a 1987, é editado pela Assírio & Alvim e apresentado no próximo dia 17 de outubro, na Biblioteca Nacional de Portugal, no âmbito do I Congresso dedicado ao autor.

A edição é organizada e revista pelo poeta Luís Manuel Gaspar, com a colaboração da viúva do poeta, a poetisa Agripina Costa Marques, e da filha, Maria Filipe Ramos Rosa. No posfácio da obra, a investigadora do IELT Silvina Rodrigues Lopes afirma que, nos poemas do autor de “A Intacta Ferida”, “é muito nítida a importância das imagens de árvores e da palavra ‘árvore'”.

“Num dado momento ou numa longa maturação, a poesia de Ramos Rosa tornou-se expressão irreconciliável da luz e da sombra, do aqui e do retorno, do sentido e do sem-sentido. Porque as linhas do sem-sentido se cruzam e destecem o poema. Ramagens são dispersão, imagens moventes, imagens que se desprendem”.

“Será esse o essencial da poesia de Ramos Rosa: persistir na perplexidade diante do que se apresenta, abanar a árvore das imagens, para que estas se desprendam dos ramos (da ordem) e se alterem, independentemente do sentido, se alterem para que o tecido do poema não seja um muro de palavras”, afirma Silvina Rodrigues Lopes.

Da vasta obra poética, premiada, faz parte “A Nuvem Sobre a Página”, “Sobre o Rosto da Terra”, “Estou Vivo e Escrevo Sol”, “A Construção do Corpo”, “A Pedra Nua”, “Ciclo do Cavalo”, “O Incêndio dos Aspetos”, “Figuras solares”, “O que não pode ser dito” e “Génese seguido de Constelações”.

Além do Prémio Pessoa, António Ramos Rosa recebeu outros galardões, como o prémio do Centro Português da Associação Internacional de Críticos Literários (1980), o Prémio P.E.N. Clube de Poesia (1981, 2006), o Prémio Jacinto do Prado Coelho (1987), o Grande Prémio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores (1989 e 2005), o Grande Prémio Internacional de Poesia, no âmbito dos Encontros Internacionais de Poesia de Liège (1990), o prémio Luís Miguel Nava (2005) e a Medalha de Mérito Cultural (2006).

Recent Posts
izmir escort bayan izmir escort bayan izmir escort bayan izmir escort bayan denizli escort bayan antalya escort antalya escort ankara escort bayan Ankara escort ankara escort izmir escort bayan izmir escort bayan
maltepe escort kadıköy escort kartal escort ataşehir escort pendik escort bostancı escort göztepe escort
pendik escort