Faleceu Helder Godinho

É com muito pesar que comunicamos o falecimento do investigador Helder Godinho. Honra-nos a sua trajetória científica e o convívio desenvolvido ao longo do tempo. As nossas mais sentidas condolências.

O IELT e a universidade portuguesa estão mais pobres com a partida súbita e prematura do Professor Helder Godinho, vítima de doença. Membro fundador da NOVA FCSH, incansável estudioso da literatura medieval e da obra de Vergílio Ferreira, precursor dos Estudos sobre o Imaginário em Portugal, o legado do Professor Helder Godinho estende-se, no entanto, muito para lá das fronteiras disciplinares.

Professor por vocação, adorava ensinar, possuindo a arte singular de desassossegar os espíritos, de desconstruir saberes confortavelmente estabelecidos e de criar novas e insuspeitas teias de relações entre textos, épocas, modelos de pensamentos e visões do mundo no seio de uma nova coerência epistemológica.

Consagrou os últimos anos da sua vida à edição genética da obra de Vergílio Ferreira de quem era amigo e admirador e à reformulação teórica do conceito de imaginário. Mostrando-se profundamente avesso ao odor estéril e fúnebre das capelas disciplinares, procurou incessantemente reatar os laços quebrados ou distendidos entre literatura, biologia, etnologia e antropologia, neurociências e pensamento filosófico, devolvendo às Humanidades o seu estatuto de lugar privilegiado para pensar o mundo, a identidade e o Homem. O seu espírito rigoroso e desassossegado, íntegro e tolerante, associado a uma voz límpida, inconformada, lúcida e irreverente, são presença e memória viva que constituem o indelével património do IELT e da NOVA FCSH.

Se o nosso espaço é uma tessitura totalizadora, definindo-se assim por aquilo que o preenche, por aquilo que o diz, o nosso questionar tenta largar-se a tudo isso que o ocupa e o estrutura. Mergulhados, porém, na floresta, não podemos ver as árvores […]. Mas há uma distância enorme – acaso o ignoramos? – entre essa impossibilidade e a desistência prévia de sabermos os caminhos que vão além da floresta, de os sabermos até onde um olhar limpo os pode divisar… (Vergílio Ferreira, Espaço do indizível – I)

                                                                         A Coordenação do IELT em nome dos restantes membros da UI.

Recent Posts