Mai 68: imaginaires de l’imagination

Celebra-se este ano o 50º aniversário de maio de 68. Neste sentido, o Departamento de Línguas, Culturas e Literaturas Modernas, em associação com o IELT – Instituto de Estudos de Literatura e Tradição e a APEF – Associação Portuguesa de Estudos Franceses, organiza a jornada de estudos Mai 68: imaginaires de l’imagination que terá lugar no dia 16 de maio na NOVA FCSH (sala multiusos 3, edifício I&D). 

Não pretendendo ser apenas mais uma efeméride entre as muitas que marcarão o ano de 2018, e procurando valorizar simultaneamente a investigação realizada no âmbitos dos estudos franceses e dos estudos sobre o imaginário na FCSH, as reflexões e testemunhos partilhados durante este encontro procuram revisitar maio de 68 através de alguns dos seus principais fundamentos epistemológicos e das suas implicações no plano artístico, cultural e ideológico: que imaginários subjazem a maio de 68 enquanto acontecimento de dimensões mundiais? Como se refletem na literatura e nas artes? Como se integra maio de 68 no contexto de uma profunda renovação das ciências humanas e sociais no pós-guerra e essencialmente a partir dos anos 50 e 60?

O encontro contará com a presença de Jean-Jacques Wunenburger, filósofo e especialista em estudos sobre o imaginário, e de Daniel-Henri Pageux, especialista em literatura comparada. 

A entrada é livre. Programa completo aqui.

Recent Posts