O Mar no Imaginário Religioso

Ao longo da História o mar provocou sempre diferentes reações no imaginário do homem. Era um espaço de mistérios, de medos e do desconhecido. Mas o mar era também um espaço de aventura e riquezas, por onde se atingiam novos reinos, descobriam mercados exóticos e construíam grandes fortunas. No mar ou à sua beira, o Homem pedia a intercessão divina, fosse para enfrentar os seus perigos, fosse para alcançar os seus sonhos. Invocava divindades, dedicava-lhes as embarcações, visitava os seus santuários, prestava culto, fazia as suas oferendas ou trazia consigo os seus símbolos. 

A relação do mar com a Religião representa um campo de estudo rico e promissor, mas ainda pouco explorado. Nesse sentido, o IEM – Instituto de Estudos Medievais, o CHAM – Centro de Humanidades, o IHC – Instituto de História Contemporânea, o IELT – Instituto de Estudos de Literatura e Tradição, no âmbito da Cátedra UNESCO “O Património Cultural dos Oceanos”, e o Centro de Estudos de História Religiosa da Universidade Católica Portuguesa dão início a um ciclo de colóquios anuais sobre esta temática.

Neste sentido, dias 26, 27 e 28 de novembro de 2018 tem lugar na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (Torre B, Auditório 1) as jornadas internacionais O Mar no Imaginário Religioso: Cultos, Espaços, Representações. O evento pretende explorar a presença do mar no imaginário religioso, numa perspetiva diacrónica e multidisciplinar, em função das seguintes problemáticas:

1. A procura de proteção contra o mar: cultos e memórias hagiográficas;
2. Os santuários e os espaços religiosos: história, património e funcionalidades;
3. Discursos e representações religiosos sobre o imaginário marítimo: literatura, liturgia, iconografia e música.

Programa aqui e cartaz aqui.

Informações e inscrições
– Inscrições através do e-mail: iem.geral@fcsh.unl.pt
– Público em geral: 30€
– Estudantes do ensino superior: 20€

Os investigadores do IEM – Instituto de Estudos Medievais, do CHAM – Centro de Humanidades, do IHC – Instituto de História Contemporânea, do IELT – Instituto de Estudos de Literatura e Tradição e os estudantes da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas e da Universidade Católica Portuguesa estão isentos [inscrição prévia obrigatória].

Sugestões