O Património Cultural dos Oceanos

A Cátedra O Património Cultural dos Oceanos procura o desenvolvimento de uma rede inovadora de instituições e investigadores nas áreas do património cultural, em particular do marítimo e subaquático, à luz da Convenção 2001 da UNESCO sobre a Proteção do Património Cultural Subaquático. Outros objetivos passam também pela promoção da cooperação internacional entre universidades, estabelecimento de parcerias no âmbito das instituições de ensino superior; reforço das competências institucionais através da partilha do conhecimento; estabelecimento de trabalho colaborativo; incremento da mobilidade dos estudantes e sensibilização da importância do património cultural, estabelecendo uma rede de entidades através de três continentes: África, Europa e América. Será permitida a partilha de experiências, materiais e conhecimento através da investigação e da educação. Prevê-se que sejam implementadas atividades que tenham como finalidade contribuir para um profundo conhecimento do património do oceano, da cultura marítima e da interação comunitária, desenvolvendo atividades de investigação e atividades educativas, a dinamização de estudos pós-graduados, cursos de curta duração, seminários e conferências, permitindo o intercâmbio de estudantes entre os parceiros. O trabalho será desenvolvido mediante três linhas de ação: investigação, educação e sensibilização.

Vários países encontram-se associados a esta Cátedra, pioneira na área – Cabo Verde, Espanha, Colômbia e Brasil -, bem como diversas entidades nacionais e a Comissão Nacional da UNESCO. De entre estas entidades, o IELT – Instituto de Estudos de Literatura e Tradição, o IEM – Instituto de Estudos Medievais e o IHC – Instituto de História Contemporânea. João Paulo Oliveira e Costa, docente responsável iniciativa, é catedrático do Departamento de História da FCSH/NOVA.

Aqui pode consultar o site oficial da Cátedra.

Sugestões