O rio como horizonte, o outro palco do teatro romano

O Ciclo de Palestras O rio como horizonte, o outro palco do teatro romano realiza-se de 21 de outubro a 17 de dezembro no Museu de Lisboa.

A partir do Teatro Romano, monumento que beneficia de uma implantação privilegiada sobre o rio, este ciclo de palestras pretende debater a importância do Tejo para a cidade de Lisboa. Ao longo de 2020, novas abordagens realçam a influência que o rio teve sobre a comunidade olisiponense, numa dimensão abrangente e transversal e numa perspetiva diacrónica. 

No dia 16 de dezembro a investigadora Ana Paula Guimarães estará presente com a apresentação da comunicação Da presença de Lisboa e do Tejo na literatura do século XX.

Como medida de segurança, a participação presencial nas palestras é limitada e obriga a inscrição prévia através do email teatroromano@museudelisboa.pt. Mais informação aqui.

Sugestões