Atlas das Paisagens Literárias de Portugal Continental

Atlas das Paisagens Literárias de Portugal Continental conta com a participação de académicos de várias áreas de formação e investigação, que partilham o interesse pela interdisciplinaridade. O projeto reúne ainda outros leitores de paisagens literárias, estudantes e amantes da literatura e das paisagens, que participam ativamente nas componentes de compilação e divulgação.

Contactos

Instituto de Estudos de Literatura Tradicional
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas
Universidade Nova de Lisboa
Avenida de Berna, 26 - C, 1069-061 Lisboa
Telefone: 21 790 83 00, Ext.: 1241
instielt@gmail.com ou ai_queiroz@fcsh.unl.pt

Equipa do projeto

Ana Isabel Queiroz (coordenadora do projeto) é bióloga, mestre em Etologia e doutorada em Arquitetura Paisagística. Tem experiência profissional na área da Conservação da Natureza e do Ordenamento do Território. Como investigadora do IELT – Instituto de Estudos de Literatura Tradicional/FCSH desenvolve trabalho de pesquisa sobre a relação da literatura com o ambiente, e sobre o discurso das ciências na literatura, com diversos artigos científicos e livros publicados. Em 2011, co-coordenou o projeto de literatura e ambiente “Falas da Terra no século XXI – What do we see green?

Daniel Alves é historiador, mestre em História do Século XIX e doutorado em História Económica e Social Contemporânea. É docente na FCSH e investigador do IHC – Instituto de História Contemporânea/FCSH. Colabora com frequência em projetos de investigação financiados pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia e tem um especial interesse pelo estudo de grupos sociais no longo século XIX, pela História Urbana e pela aplicação da Informática à História. Tem artigos publicados em revistas científicas nacionais e estrangeiras, sobretudo sobre História Económica e Social.

Ana Lavrador é geógrafa, mestre em Geografia Física e Ambiente e doutorada em Artes e Técnicas da Paisagem, sendo especialista em estudos de perceção e de representação. É investigadora na FCSH: membro do e-Geo e colaboradora do IELT. Colabora com a Universidade de Aveiro num projeto financiado pela FCT. Tem interesse na temática da paisagem, em particular a paisagem das regiões vitivinícolas. Como investigadora e como professora, tem artigos publicados em revistas científicas e em atas de congressos nacionais e internacionais.

Ana Cristina Tavares é docente de Português e Francês de vários níveis de ensino (3º ciclo, secundário e universitário). É doutorada em Literatura Comparada pela Universidade da Borgonha (França) e investigadora no âmbito da Didática das Línguas, Literatura Comparada e Crítica da Tradução com várias publicações. Como investigadora no IELT colabora no projeto «Atlas das Paisagens Literárias de Portugal Continental» na conceção de materiais didático-pedagógicos e no estudo da paisagem do litoral.

Paula Morgado Sande é pós-graduada em Cultura Portuguesa Contemporânea. Fez mestrado em Literaturas Comparadas Portuguesa e Francesa (séculos XIX e XX) e doutoramento em Estudos Portugueses. É professora de Literatura Portuguesa e de Literaturas de Língua Portuguesa no nível de estudos de ensino secundário e formadora de professores de Português. Enquanto membro integrado do IELT, tem desenvolvido projetos pedagógicos e culturais na escola onde leciona. Dinamiza uma comunidade de leitores adolescentes em contexto escolar, num projeto financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian.

Carlos Augusto Ribeiro é investigador do IELT --‐ Instituto de Estudos de Literatura Tradicional (FCSH--‐Universidade Nova de Lisboa). Doutorou-se em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa com a tese Não Estamos Sós sob a Pele – Uma Exposição Possível acerca de Duplos. Tem desenvolvido atividade no domínio das artes plásticas, de que se destacam, em 2009, a Exposição coletiva “Extermínios” (Centro Emmerico Nunes, Sines) e o projeto visual em Artes de Cura e Espanta-Males – Espólio de Medicina Popular recolhido por Michel Giacometti (Gradiva). Exerceu atividade pedagógica na Ar.Co e na Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha. Em 2011, fez parte da equipa do projeto de literatura e ambiente “Falas da Terra no século XXI – What do we see green?

Isabel Alves é doutorada em Literatura Norte-Americana pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. É a partir do contacto com a literatura do Novo Mundo que nasce o interesse pelo estudo das paisagens literárias, atividade que tem desenvolvido como membro da Association for the Study of Literature and Environment e da European Association for the Study of Literature, Culture and Environment. Publicou maioritariamente sobre autores norte americanos, mas também sobre Júlio Dinis e A. M. Pires Cabral. Como colaboradora do IELT, pesquisa essencialmente sobre as relações entre homem/paisagem/literatura.

João Eduardo Ferreira é licenciado em Silvicultura, pelo Instituto Superior de Agronomia da Universidade Técnica de Lisboa, e trabalha no Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade. É autor de textos críticos sobre música, cinema e literatura publicados, nomeadamente, na revista Op. – Visões da Matéria. Em 2007, publicou três histórias a que deu o nome comum de Corpos Estranhos (na quinta, na biblioteca, na lagoa), na editora Apenas Livros. Em 2011, fez parte da equipa do projeto de literatura e ambiente “Falas da Terra no século XXI – What do we see green?

Fernanda Cunha Marques é licenciada em Biologia e mestre em Filosofia da Natureza e do Ambiente. Tem pós-graduação em Ciências da Educação. Trabalha no Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade (ICNB). Interessa-se pelas questões filosóficas e políticas subjacentes à percepção da paisagem e à condição humana. Como colaboradora do IELT e do projeto, participou na Conferência "Paisagem Quase" (5 Maio 2010).

Filipa Soares é licenciada e mestre em Antropologia. Realizou entre Abril e Setembro de 2008 um estágio extra-curricular no CERVAS (Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens), em Gouveia, onde desenvolveu um estudo sobre as percepções sociais da população local em relação à biodiversidade e aos centros de recuperação de animais selvagens. No âmbito da dissertação de mestrado, realizou um estudo etnográfico sobre a dimensão sócio-cultural de uma possível reintrodução de espécies no Parque Natural da Serra da Estrela (Lobo, Águia-real e Grifo). É, desde Julho de 2012, bolseira de investigação.

Paula Ribeiro é licenciada em História de arte. Trabalha em mediação cultural em serviço educativo do Museu Calouste Gulbenkian.

Margarida Fernandes é bióloga com mestrado na área da genética molecular aplicada à conservação. Trabalha no Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade ligada ao Plano de Ação do Lince-ibérico. Interessa-se pela dimensão social da conservação dos predadores e iniciou o ciclo de doutoramento em antropologia em que pretende aprofundar a interdisciplinaridade entre literatura regionalista, percepção da paisagem e do património natural.

Carmo Gregório é licenciada em Antropologia e doutorada em Ciências da Educação. Integra a assessoria técnica de um organismo público e desenvolve investigação no CESNOVA, da Universidade Nova de Lisboa e no CIVIIC, da Universidade de Rouen. Concebeu e gere a Fabula Urbis, uma livraria especializada dedicada à cidade de Lisboa.

Teresa Portas é licenciada em Biologia e mestre em Etologia. Trabalha no Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade (ICNB). Interessa-se pelas relação dos humanos com o ambiente, tanto na perspetiva natural como na perspetiva social e política.

Irene Fialho é mestre em Literaturas Comparadas; dedica-se aos estudos sobre Eça de Queirós e a sua Geração Literária nas vertentes de Crítica Textual e Arquívistica.

Miguel Queiroz Martinho é licenciado em Som e Imagem (especialidade Imagem) pela Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha.

Cátia Ramalhinho

João Carrilho é aluno da licenciatura de Estudos Portugueses na FCSH – Universidade Nova de Lisboa. Foi bolseiro de iniciação à investigação entre setembro de 2010 e agosto de 2011.

Ângela Pardelha é aluno da licenciatura de Estudos Portugueses na FCSH – Universidade Nova de Lisboa.

Helena Lopes é aluno da licenciatura de Estudos Portugueses na FCSH – Universidade Nova de Lisboa.

João Banha é aluno da licenciatura de Estudos Portugueses na FCSH – Universidade Nova de Lisboa.

IELT - Instituto de Estudos de Literatura Tradicional - FCSH/UNLIHC - Instituto de História ContemporâneaFabula Urbis. Livraria - Galeria - EditoraFEQ - Fundação Eça de QueirozEGEAC - Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação CulturalFCSH - Faculdade de Ciências Sociais e Humanas - UNLFCT - Fundação para a Ciência e Tecnologia
© 2017 Atlas das Paisagens Literárias de Portugal Continental - IELT. Todos os direitos reservados.