Prémio Rainha Sofia para Nuno Júdice

O professor e investigador do IELT Nuno Júdice venceu esta quinta-feira o 22.º Prémio Rainha Sofia de Poesia Ibero-Americana.

Nuno Júdice é o segundo português a receber esta distinção, pelo conjunto da sua obra poética e contributo da mesma para o património cultural da comunidade ibero-americana. O júri, constituído por 18 personalidades ligadas às áreas da filologia, literatura e ensaio literário, considera o galardoado como autor «de uma poesia muito elaborada, de um classicismo depurado» e com grande compromisso com a realidade.

Nuno Júdice está publicado em mais de uma dezena de línguas e é autor de 30 livros de poesia, além de uma vasta experiência em ficção, ensaios e texto dramático. É docente no departamento de Línguas, Culturas e Literaturas Modernas da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade NOVA de Lisboa (FCSH/NOVA), bem como coordenador do doutoramento em Línguas, Literaturas e Culturas. Este renomado autor nacional mantém ainda actividade como Subcoordenador Científico no Instituto de Estudos de Literatura Tradicional (IELT), unidade de investigação da Faculdade.

Sugestões