Projetos de investigação apoiados pela Fundação Calouste Gulbenkian

Foram apoiados dois projetos de investigação pela Fundação Calouste Gulbenkian no âmbito dos Estudos Avançados nos domínios da Língua e da Cultura Portuguesas:

Escritoras portuguesas no tempo da Ditadura Militar e do Estado Novo: Este projeto visa integrar a escrita produzida por mulheres dentro do património português, uma vez que tradicionalmente o cânone da literatura portuguesa é essencialmente masculino, mesmo no que diz respeito ao século XX. Para que este objetivo se cumpra, propõe-se catalogar e analisar a produção literária das autoras que publicaram durante a Ditadura Militar e o Estado Novo, elaborando uma base de dados online, de acesso livre. Este projeto é desenvolvido pelo IELT, em parceria com o CICS.NOVA da NOVA FCSH, através da equipa de investigação Faces de Eva, e com o CRILUS (Centre de Recherches Interdisciplinaires sur le monde Lusophone) da Universidade de Paris Nanterre, o que dá uma dimensão internacional a esta pesquisa.

Ruy Cinatti: etnógrafo e poeta: Este projeto aborda o trabalho de Ruy Cinatti em Timor e a relação entre a sua investigação antropológica e a sua criação artística enquanto poeta. Este projeto foi proposto pelo pólo do IELT na Universidade Aberta em parceria com o Centro de Estudos das Migrações e das Relações Interculturais e em colaboração com o Programa de Pós-Graduação e Pesquisa da Universidade Nacional Timor Lorosa’e.

Informações mais detalhadas em breve.

Sugestões