Congressos / Colóquios / Jornadas

Contra a literatura: Programas (e metas) na escola

FCSH e ISEC, Lisboa

20 e 21 de Outubro 2017

Os organizadores deste colóquio partilham a suposição de que a escola não é concebível sem literatura, e estão unidos pela crença de que os indivíduos que trabalham em escolas, pensam ou decidem sobre escolas partilham a mesma suposição. Mas essa unidade quebra-se quando se procura responder à dupla pergunta inevitável: que contributo se espera da literatura para a missão da escola? que contributo se espera da escola para a literatura?

Os recentes programas (e metas) de literatura para ensino secundário dão uma resposta implícita a essa dupla pergunta com a noção de educação literária, e por isso foram apresentados como reforço da literatura nos programas escolares e até saudados por alguns como um regresso da literatura ao ensino do português. Mas não é evidente que com essa noção se ensine literatura, ou não é evidente que, se alguma coisa assim se ensina, seja literatura o que assim se ensina.

O colóquio pretende examinar essa noção de educação literária, analisando o modo como se articula alguma noção de literatura em quatro áreas: os programas propriamente ditos e a referida noção de educação literária, o papel por eles prescrito para os professores, os manuais e as aulas. O colóquio organiza-se numa série de mesas-redondas que procurarão retomar a pergunta dupla formulada acima em cada uma das áreas delimitadas. A mesa-redonda final ocupar-se-á do problema da formação de professores.

 

Comissão organizadora:

Abel Barros Baptista (NOVA FCSH)
Gustavo Rubim (NOVA FCSH)
Joana Meirim (UCP)
Sara Leite (ISEC Lisboa)

 

Local:

Dia 20 de outubro - ISEC ( Auditório Gustave Eiffel), Alameda das Linhas de Torres, 179, 1750-142 Lisboa.

Dia 21 de outubro FCSH (Sala multiusos 2, Edifício ID ), Av. de Berna, 26-6, 1069-061 Lisboa

 

Programa aqui.

A entrada é livre mas sujeita a inscrição aqui.