Call for papers

Encontro Internacional de Reflexão sobre Práticas Artísticas Comunitárias

Teatro Carlos Alberto [Porto]

CFP até 30 de Maio 2015

[Please click here or scroll down for the english version]

 

Artigo 1º

(Enquadramento)

O Encontro Internacional de Reflexão sobre Práticas Artísticas Comunitárias (EIRPAC) é organizado pelo Instituto de Estudos de Literatura e Tradição (IELT) da Universidade Nova de Lisboa, Universidade de Évora, ESMAE/IPP, PELE Espaço de Contacto Social e Cultural no âmbito do MEXE_III Encontro Internacional de Arte e Comunidade. Este encontro científico irá decorrer nos dias 9 e 10 de Setembro de 2015 no Teatro Carlos Alberto no Porto, Portugal.

Este encontro de reflexão torna-se relevante dada a importância que estas práticas têm vindo a adquirir no seio das criações artísticas contemporâneas, entendendo-se estas como indissociáveis das manifestações e experiências sociais e culturais das comunidades.

O EIRPAC pretende reflectir a diversidade das práticas artísticas comunitárias e como tal a sua organização deverá contemplar quer os espaços de reflexão académica mais sistematizada, assim como espaços de partilha de perspectivas e trocas de experiências num registo de maior informalidade.

No EIRPAC está contemplada a realização dos seguintes momentos:

. Duas conferências plenárias por reputados especialistas internacionais: Eugéne Van Erven e Márcia Pompeo Nogueira (a confirmar);

. Duas sessões de working groups - Temas/eixos/áreas artísticas e contextos comunitários dinamizadas por especialistas nacionais e internacionais de acordo com as vertentes de cada working group;

. Comunicações livres / posters / painéis – aceitam-se propostas de comunicação, workshops e posters no âmbito da reflexão/pesquisa sobre práticas artísticas comunitárias em diferentes áreas, designadamente: Teatro, Dança, Música, Circo, Performance, Pintura, Escultura, Vídeo, Fotografia, Instalação;

. Sessão de Recepção

. Sessão Plenária com apresentação de conclusões por relatores dos vários working groups;

. Sessão de Encerramento

. Dadas as sinergias que decorrem da simultaneidade da realização do encontro científico e do MEXE_III Encontro Internacional de Arte e Comunidade haverá lugar à assistência a espectáculos/performances, visionamento de documentários e exposições comunitários, seguidos de debate com os participantes.

 

Artigo 2º

(Objectivos)

. Investigar práticas artísticas comunitárias no contexto internacional, identificando o papel social que desempenham e as formas estéticas utilizadas;

· Promover o intercâmbio e parcerias entre projectos artísticos comunitários nacionais e internacionais;

· Analisar as criações artísticas que reflictam processos de transformação cultural, social e comunitária;

. Estimular a investigação e criação de pensamento crítico e científico sobre projectos comunitários de cariz artístico;

. Analisar questões relacionadas com a postura ética e política a adoptar na intervenção artística na comunidade;

. Aprofundar os moldes de desenvolvimento da investigação académica na prática artística.

 

Artigo 3º

(Cronograma)

24 de Março de 2015: Divulgação do Encontro e abertura do período de recepção de propostas de comunicação, workshops e posters;

30 de Maio de 2015: Data limite de recepção de propostas;

27 de Junho de 2015: Divulgação das propostas aprovadas e das normas;

1 de Julho: Abertura das inscrições - preço de 10€ para oradores (inclui bilhete para um dos espectáculos em cena); entrada livre para público em geral;

15 de Agosto de 2015: Data limite de submissão dos artigos a integrar a publicação das Actas;

15 de Agosto de 2015: Divulgação da programação preliminar do Encontro;

1 de Setembro de 2015: Divulgação pública da programação final do Encontro;

9 e 10 de Setembro de 2015: Encontro EIRPAC.

 

Artigo 4º

(Elementos obrigatórios da candidatura)

Para participar, os interessados deverão submeter proposta com os seguintes elementos obrigatórios em língua portuguesa e inglesa para o email: eirpac2015@gmail.com:

• título completo da comunicação;

• resumo de 250 palavras;

• nome, e-mail, filiação institucional e cargo ocupado;

• biografia de 150 palavras.

Comissão científica

Ana Paula Guimarães - IELT-UNL

Professora Associada, doutorada em Estudos Portugueses, especialidade de Literatura Oral e Tradicional. Criou e dirige o Instituto de Estudos de Literatura Tradicional (IELT) da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas - Universidade Nova de Lisboa.

Últimas obras publicadas: Falas da Terra - Natureza e Ambiente na Tradição Popular Portuguesa, Colibri/IELT (2004); Cuidar da Criação - Galinhas, galos, frangos e pintos da tradição popular portuguesa, Apenas Livros (2002); Artes de Cura e Espanta Males - Espólio de Medicina Popular recolhido por Michel Giacometti, Gradiva/IELT (2009); Contas X Contos X Cantos e que + (org. colaboração de Adérito Araújo), Gradiva/IELT (2012).

Dirige a colecção "a IELTsar se vai ao longe" e duas colecções de folhetos de cordel, "À mão de respigar" e "Bilhetes de Identidade".


Antonio Prieto Stambaugh - Universidad Veracruzana / Hemispheric Institute of Performance Politics

Docente-Investigador tiempo completo en la Facultad de Teatro de la Universidad Veracruzana, donde es responsable del Cuerpo Académico Consolidado – Teatro, con el que trabaja la línea de investigación (LGAC) “Teatralidad, performatividad y cultura”. Se especializa en teatro y performance mexicano actual, con particular interés en artistas que trabajan las dimensiones de género, nación, sexualidad y etnicidad.

Miembro del Sistema Nacional de Investigadores, tiene maestría en Estudios del Performance por parte de la Universidad de Nueva York, y doctorado en Estudios Latinoamericanos por parte de la Facultad de Filosofía y Letras de la UNAM. Miembro del Consejo del Instituto Hemisférico de Performance y Política.

Co-autor con Yolanda Muñoz González del libro El teatro como vehículo de comunicación, (Editorial Trillas, 1992). Co-editor del libro Ofelia Zapata “Petrona”: una vida dedicada al teatro regional (Instituto de Cultura de Yucatán, Escuela Superior de Artes de Yucatán, 2007), y editor del libro Jerzy Grotowski. Miradas desde Latinoamérica, coordinado por Domingo Adame (Universidad Veracruzana, 2011). Editor del libro Investigaciones artísticas. Poéticas, políticas y procesos, coordinado por Ahtziri Molina (Universidad Veracruzana, 2013). También es codirector y editor de la revista Investigación Teatral.


Ariana Cosme - FPCE-UP
Armando Nascimento Rosa - ESTC-IPL / CIAC

É professor de Teoria do Teatro e Dramaturgia na Escola Superior de Teatro e Cinema do Instituto Politécnico de Lisboa, desde 1998, sendo coordenador científico dos mestrados em Teatro e Comunidade e em Artes Performativas.

Dramaturgo e criador musical, foi premiado com diversas distinções no domínio da escrita dramática, como sejam: o Prémio Revelação Ribeiro da Fonte, em 2000; o Prémio Albufeira de Literatura, em 2008; o Prémio Nacional de Teatro Bernardo Santareno, em 2011; o Prémio Literário Aldónio Gomes, em 2012; e, em 2014, um júri catalão escolheu a sua peça Resgate, para representar Portugal na 1ª edição do Festival PIIGS - Dramaturgia sobre a Crise (Barcelona e Milão). Autor de cerca de trinta peças originais (incluindo dois libretos de ópera), algumas delas estão traduzidas e publicadas num total de sete línguas e têm sido alvo de encenações e/ou leituras encenadas em cidades europeias e americanas. A sua peça Menino de sua Avó, escrita para a actriz e encenadora Maria do Céu Guerra, foi o espectáculo de encerramento do Ano de Portugal no Brasil, no Rio de Janeiro (2013), em produção d'A Barraca, reinaugurando o Teatro Popular Óscar Niemeyer de Niterói (2014). Doutorado em Estudos Portugueses (2001), mestre em Estudos Literários Comparados (1994) e licenciado em Filosofia (1988) pela Universidade Nova de Lisboa, tem dedicado especial atenção, como ensaísta, às escritas cénicas de António Patrício, Samuel Beckett, Natália Correia e Fernando Pessoa.


Clara Sarmento - IELT-UNL / ISCAP-IPP

Professora Coordenadora no Instituto Politécnico do Porto. Directora do Mestrado de Tradução e Interpretação Especializadas. Coordenadora do Centro de Estudos Interculturais. Doutorada em Cultura Portuguesa pela Universidade do Porto. Vencedora do “American Club of Lisbon Award for Academic Merit” e do Prémio CES 2007 para Jovens Cientistas Sociais de Língua Oficial Portuguesa. Autora de numerosos livros, ensaios e conferências nas áreas da Literatura, Estudos Culturais e Interculturais e Estudos de Género.


Cristina Chafirovitch - CIAC

Cristina Chafirovitch, doutorada em Estudos Teatrais, foi professora na Universidade de Évora, no Curso de Estudos Teatrais, vertente Teatro Educação e Comunidade. Desenvolve investigação na área de Teatro Social através da prática de performance teatral. Encenadora e intérprete em teatro profissional. Membro do Centro de Investigação de Artes e Comunicação (CIAC) da Universidade do Algarve, onde coordena a sub-linha de Teatro Comunidade. Colaboradora no Centro de Investigação IELT. Directora do Grupo de Teatro 3 em Pipa.


Domingo Adame - Universidad Veracruzana / Centre International de Recherches et Études Transdisciplinaires (CIRET - Paris)

Licenciado en Literatura Dramática y Teatro por la UNAM (1983), Maestro en Estudios Literarios por la Universidad Autónoma del Estado de México (1993) y Doctor en Letras Modernas por la Universidad Iberoamericana (2001), cursó una especialización en actuación y dirección en la Escuela Estatal Superior de Teatro de Cracovia, Polonia (1985-86). Desde 2001 es profesor-investigador en la Universidad Veracruzana.

Sus líneas de investigación son Teatrología, Complejidad y Transdisciplinariedad.Es autor, entre otros títulos de: Teatros y Teatralidades en México, Siglo XX (AMIT, 2004); Elogio del Oxímoron, Introducción a las Teorías de la Teatralidad (Universidad Veracruzana, 2005 y Conocimiento y representación. Un re-aprendizaje hacia la transteatralidad (Facultad de Teatro UV, 2009). Ha publicado diversos artículos sobre transdisciplinariedad en revistas y como capítulos de libros, entre otros: “La reconceptualización del teatro más allá de los límites disciplinares” (Investigación Teatral, núm 1, nueva época), “La transdisciplinariedad, estrategia para la comprensión/ transformación de la problemática cultural” (libro Estudios Culturales: Territorios encontrados, UAM Aztcapotzalco, 2011), “Un viaje en la nave Transdisciplinariedad” (en colaboración con Lourdes Contreras y Curtis Wilson, traducido al francés y publicado en el sitio del CIRET), “¿Teatro vivo, teatro virtual o transteatro? Una mirada desde la transdisciplinariedad” (Revista Apuntes núm. 135), “From a Disciplinary to a Transdisciplinary Vision of the University: A Space of Knowledge, Culture, Art, Spirituality, and Life” (libro Transdisciplinarity and Sustainability, 2012, The ATLAS Publishing).

Fue director de la revista La escena latinoamericana del Instituto Internacional de Teoría y Crítica de Teatro Latinoamericano (1991-1994) y es director de la Revista semestral Investigación Teatral de la Facultad de Teatro de la Universidad Veracruzana y de la Asociación Mexicana de Investigación Teatral.

Ha sido Director del Centro Nacional de Investigación Teatral Rodolfo Usigli del Instituto Nacional de Bellas Artes (1989-1993), Jefe del Departamento de Artes de la Universidad de las Américas-Puebla (1994-1996), Coordinador General de la Asociación Nacional de Teatro-Comunidad (1986-1988), Presidente Fundador de la Asociación Mexicana de Investigación Teatral (1993-1996, actualmente cumple con la misma función por el periodo 2013-2015) y Director de la Facultad de Teatro de la Universidad Veracruzana (2005-2009).

Es miembro del Sistema Nacional de Investigadores (nivel 2), de la Asociación Internacional de Bio-semiótica y del Centre International de Recherches et Etudes Transdisciplinaires (CIRET-París).


Hugo Cruz - IELT-UNL / PELE / ESMAE-IPP

Co-fundador e Director Artístico da PELE_Espaço de Contacto Social e Cultural e Coordenador do Núcleo de Teatro do Oprimido do Porto. Foi Director Artístico do Imaginarius - Festival Internacional de Teatro de Rua de Santa Maria da Feira. Consultor Artístico no âmbito da programação de rua do Festival de Teatro de Almada. Consultor no âmbito do Programa de Crianças e Jovens em Risco / Programa de Desenvolvimento Humano e Avaliador no âmbito do Programa Cidadania Activa (EEA Grantes) - Fundação Calouste Gulbenkian. Colaborador no Instituto de Estudos de Literatura Tradicional – Faculdade de Ciências Sociais e Humanas - Universidade Nova de Lisboa. Professor no âmbito do "Teatro em Contexto" e Coordenador da Pós-Graduação “Teatro e Comunidade” na Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo - Porto. Lecciona com frequência em diversas instituições nacionais e estrangeiras e publica no âmbito do Teatro e Comunidade. hugoalvescruz@gmail.com


Isabel Bezelga – Universidade de Évora / IELT-UNL

Doutorada em Estudos Teatrais e Especialização em Teatro e Educação e Metodologias Artísticas Interculturais. Actualmente é Professora Auxiliar da Universidade de Évora. Lecciona nos Departamentos de Artes Cénicas e de Pedagogia e Educação sendo Directora de Curso da Licenciatura em Teatro. Desenvolve investigação em Teatro e Comunidade como membro do IELT e colabora no CIEP/UE. Tem desenvolvido actividade como: Actriz; Docente; Formadora; Membro da Comissão de Acompanhamento e Avaliação D.R.C.Alentejo (Teatro); Consultora e Criadora das Orientações Curriculares de Teatro no Ensino Básico e Secundário no Ministério da Educação; Coordenadora e Animadora de projectos socio-culturais, educacionais e artísticos. No âmbito cívico e associativo é membro da Direcção da Associação Menuhin Portugal - Projecto MUS-E, dos corpos gerentes do Movimento Português de Educação pela Arte e Intervenção Artística; da rede IDEA-Europe (International Drama/Theatre in Education Association) e Rede Ibero Americana de Educação Artística.


Isabel Menezes - FPCE-UP

Tem um bacharelato em Teatro pela ESAP, e uma licenciatura e um doutoramento em Psicologia pela Universidade do Porto, onde é Professora Catedrática no Departamento de Ciências da Educação. É investigadora do Centro de Investigação e Intervenção Educativas, onde coordena o grupo de Políticas, Comunidades e Participação. Tem estado ligada à docência em domínios ligados às Metodologias de Investigação e Intervenção Educativas, com especial destaque para a educação para a cidadania, a psicologia política e a intervenção comunitária. Tem dirigido investigação no domínio da participação cívica e política de crianças, jovens e adultos, atendendo à forma estas experiências podem ter um papel no empoderamento de grupos em risco de exclusão em função do género, da orientação sexual, da literacia, do estatuto de imigrante, da incapacidade e da doença crónica.


Lucilia Valente – Universidade de Évora / IDEA

Lucilia Valente é professora Associada com nomeação definitiva na Escola de Artes da Universidade de Évora. Nos anos setenta cursou Educação pela Arte na Escola Piloto do Conservatório Nacional de Lisboa. De 1986 a 1991 realizou a tempo integral os seus estudos de mestrado e doutoramento no Reino Unido tendo desenvolvido o seu interesse pelas terapias expressivas e em particular pela Dramaterapia (área em que se doutorou). De 1992 a 1996 foi Directora da Secção Educação pelo Movimento Arte do CEFOPE, Instituto da Criança na Universidade do Minho. Foi fundadora em 1994 e primeira Presidente do Movimento Português de Intervenção Artística e Educação pela Arte.

Em Novembro de 1996 integra o corpo docente da Universidade de Évora como 1ª Directora da Licenciatura em Estudos Teatrais, tendo sido membro da Comissão Instaladora dos Ensinos Artísticos que deu origem à actual Escola de Artes em Évora. Coordenou o Núcleo de Educação Cultura e Artes Aplicadas (NECAA) no âmbito do qual foi construindo uma abordagem às artes nas comunidades. Foi investigadora no CIEP - Centro de Investigação de Educação e Psicologia da Universidade de Évora. Em 2007 envolve-se na criação da Associação Portuguesa de Dramaterapia Integrativa-Dramati sendo a sua presidente.


Madalena Vitorino - Coreógrafa e professora
Marcia Pompeo Nogueira - Universidade do Estado de Santa Catarina

Marcia Pompeo Nogueira é Professora Associada da Universidade do Estado de Santa Catarina, onde atua na graduação e na pós-graduação na linha do Teatro, Sociedade e Criação Cênica, com foco no Teatro na Comunidade. Coordena o Núcleo de Formação de Facilitadores em Teatro na Comunidade (Fofa), com quem atua em diversas comunidades de Santa Catarina, Brasil. Atualmente pesquisa o Teatro do Campo, vinculada a assentamentos da reforma agrária. Livros publicados Teatro com Meninas e Meninos de Rua: nos caminhos do Ventoforte, São Paulo: Perspectiva, 2008. Teatro na Comunidade: Interações, Dilemas e Possibilidades. Florianópolis: UDESC, 2009. Teatro na Comunidade: Conexões através do Atlântico. Florianópolis: UDESC, 2013.


Marina Henriques - Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professora Adjunta do Departamento de Ensino do Teatro da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). É Doutorada em Artes Cénicas (UNIRIO), actriz e jornalista. Entre 1997 e 2007 trabalhou como criadora, coordenadora e professora em diversos projectos artísticos e sociais no Rio de Janeiro. Em 2011, a sua tese de doutoramento - A favela como palco e personagem e o desafio da comunidade-sujeito - recebeu a Menção Honrosa no Prémio Capes de Teses e foi publicada em livro.


Ramón Aguiar – IELT-UNL / Pythagoras Institute

Graduado em Pedagogia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1994) é pós-doutorado (CAPES) com estágio realizado junto ao mestrado em "Teatro e Comunidade" da Escola Superior de Teatro e Cinema, Portugal (ESTC - 2014) onde realizou pesquisa e ensino na formação de "Artistas Pedagogos”. Doutor em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (CAPES-REUNI- 2011) linha de pesquisa “Processos e Técnicas de Criação Cênica” realizou pesquisa fenomenológica em história, espaço e identidade do teatro em Belo Horizonte, MG, tendo como referências Metodologia de pesquisa em Artes Visuais e História Cultural. Mestre em Teatro (UNIRIO - CAPES - 2006) área de concentração "Teatro, Cultura e Educação", desenvolveu pesquisa antropológica em Teatro e Comunidade em Minas Gerais área em que atua desde 1992. Como referências a História Cultural, Estudos Culturais, Antropologia Cultural, estudos em Educação, estudos em Teatro. Atua como pesquisador no grupo de "Estudos do Espaço Teatral e Memória Urbana" (UNIRIO - FAPERJ - CAPES - CNPQ) e do Instituto de Estudos de Literatura Tradicional, linha de pesquisa "Práticas da Cultura" (Universidade Nova de Lisboa). Atualmente, é docente na Faculdade Pitágoras em Divinópolis, MG, onde ministra disciplinas de Ciências Humanas e Metodologia de Pesquisa. Como ator e diretor de teatro participa de trabalhos artísticos desde 1986.


Teresa de Eça - APECV / NEA - i2ADS

Investigadora do Núcleo de Educação Artística do Instituto de Investigação em Arte, Design e Sociedade (i2ADS), Faculdade de Belas Artes, Universidade do Porto, desde 2011. Colaboradora no Centro de Investigação em Artes e Comunicação (CIAC) – Universidade Aberta, Portugal.

Presidente da International Society for Education Through Art (2014-2017).

Presidente da Associação de Professores de Expressão e Comunicação Visual (2008- 2016).

Diretora do Centro de Formação de Professores Almada Negreiros (APECV). Artista Plástica Áreas científicas de investigação: Educação Artística, Narrativas visuais e tecnologias digitais; Educação intercultural, Educação para o desenvolvimento sustentável, ativismo, investigação baseada nas artes, a/r/tography.


Comissão organizadora

Anabela Gonçalves - IELT-UNL

Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas variante Português/Espanhol. Desde 2005 colabora no Instituto de Estudos de Literatura e Tradição da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da UNL, Instituto no qual assegura a gestão executiva e financeira. Actualmente, encontra-se a frequentar o Mestrado em Gestão e Estudos de Cultura.


Claire Binyon - ESMAE-IPP

Depois de concluir a sua primeira licenciatura na Universidade de Warwick, em Inglaterra, no início dos anos 80, trabalhou durante algum tempo no Community Theatre e no Physical Theatre no norte de Inglaterra. Dedicou-se, posteriormente, a Estudos Teatrais na Universidade de Leeds, onde se formou em Encenação e Teatro em Contexto. (Directing and Applied Theatre).

No início dos anos 90 estudou movimento em Paris com Monika Pagneux e, consequentemente, foi convidada para leccionar um workshop de teatro físico e criar uma performance de curta duração no Porto, em 1994. Depois desta experiência, foi convidada a colaborar no desenvolvimento de um projecto inovador, que daria origem à Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Instituto Politécnico do Porto (ESMAE).Ao longo dos últimos 20 anos tem sido professora na ESMAE, onde foi Directora de Departamento durante 10 anos. Tem trabalhado com a equipa responsável pelo currículo do Curso de Teatro, em particular no desenvolvimento do programa de Movimento e ensina Movimento para Actores na Licenciatura em Interpretação. É também coordenadora do Mestrado em Encenação e Interpretação e encontra-se a desenvolver uma nova pós-graduação em Teatro e Comunidade.

Como parte da sua pesquisa e desenvolvimento, está actualmente inscrita na prática profissional do Método de Feldenkrais em Sussex, Inglaterra. A sua principal área de investigação prende-se com o campo da Somática e Criatividade. Nos últimos anos voltou á sua paixão original – Devising – a concepção e a criação de trabalho performativo coletivo. Claire é o responsável para desenvolver criações e apresentações em espaços públicos anualmente com as finalistas de curso de Interpretacao de ESMAE. Em 2014 co-dirigiu um projecto performativo – ANDANÇAS - no Universidade de Minho – com alunos de 1º no de Licenciatura em Estudos Teatrais e em 2012 colaborou com FITEI – Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica numa criação internacional, intitulado Erasmus Symphony, que explorou a musicalidade em todas as suas manifestações, no estaçaõ de São Bento no centro de cidade do Porto.


Claudia Andrade - ISPA

Diplomada em Interpretação/Teatro do Gesto pela Escola Estudis de Teatre (Barcelona), trabalha como actriz desde 1993 em diversos projectos com o Teatro Meridional, Teatro da Cornucópia, o Trigo Limpo teatro ACERT, Quarto Periodo-o-do-Prazer, o Teatro do Morcego, o Théâtre de la Mezzanine, Cia Jordi Bertrán, Próxima Estação, entre outros. Teve formação com Marcia Haufrecht, Neville Tranter, Norman Taylor, Alain Gautré, Philippe Gaulier, Christophe Marchand, Claire Heggen e Monika Pagneux em diversas áreas como clown, movimento, bufão, manipulação de marionetes, canto e dança aérea. É colaboradora frequente do Serviço Educativo da Culturgest, do Teatro Maria Matos e da Fábrica das Artes (CCB). Mestra em Teatro e Comunidade pela ESTC, tem trabalhado em diversos projectos de teatro com a comunidade, como Um Elo chamado Jarmelo (com as populações do Jarmelo), Cientistas ao Palco, Inesquecível Emília (na prisão de Santa Cruz do Bispo) e “Companhia Limitada”.

É colaboradora do CIAC (Centro de Investigação em Artes e Comunicação) e integra a Red de Investigadores de Teatro Comunitário. Participou, em 2011, num intercâmbio artístico com o grupo de teatro comunitário Pompapeytriasos (Buenos Aires, Argentina) e é autora do livro: “Coro: Corpo Colectivo e Espaço Poético - Interseções entre o teatro grego antigo e o teatro comunitário”, editado em 2013 pela Imprensa Universidade de Coimbra.


Hugo Cruz - IELT-UNL / PELE / ESMAE-IPP

Co-fundador e Director Artístico da PELE_Espaço de Contacto Social e Cultural e Coordenador do Núcleo de Teatro do Oprimido do Porto. Foi Director Artístico do Imaginarius - Festival Internacional de Teatro de Rua de Santa Maria da Feira. Consultor Artístico no âmbito da programação de rua do Festival de Teatro de Almada. Consultor no âmbito do Programa de Crianças e Jovens em Risco / Programa de Desenvolvimento Humano e Avaliador no âmbito do Programa Cidadania Activa (EEA Grantes) - Fundação Calouste Gulbenkian. Colaborador no Instituto de Estudos de Literatura Tradicional – Faculdade de Ciências Sociais e Humanas - Universidade Nova de Lisboa. Professor no âmbito do "Teatro em Contexto" e Coordenador da Pós-Graduação “Teatro e Comunidade” na Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo - Porto. Lecciona com frequência em diversas instituições nacionais e estrangeiras e publica no âmbito do Teatro e Comunidade. hugoalvescruz@gmail.com


Isabel Bezelga - Universidade de Évora / IELT-UNL

Doutorada em Estudos Teatrais e Especialização em Teatro e Educação e Metodologias Artísticas Interculturais. Actualmente é Professora Auxiliar da Universidade de Évora. Lecciona nos Departamentos de Artes Cénicas e de Pedagogia e Educação sendo Directora de Curso da Licenciatura em Teatro. Desenvolve investigação em Teatro e Comunidade como membro do IELT e colabora no CIEP/UE. Tem desenvolvido actividade como: Actriz; Docente; Formadora; Membro da Comissão de Acompanhamento e Avaliação D.R.C.Alentejo (Teatro); Consultora e Criadora das Orientações Curriculares de Teatro no Ensino Básico e Secundário no Ministério da Educação; Coordenadora e Animadora de projectos socio-culturais, educacionais e artísticos. No âmbito cívico e associativo é membro da Direcção da Associação Menuhin Portugal - Projecto MUS-E, dos corpos gerentes do Movimento Português de Educação pela Arte e Intervenção Artística; da rede IDEA-Europe (International Drama/Theatre in Education Association) e Rede Ibero Americana de Educação Artística.


João Pedro Correia - PELE

Frequentou a Escola de Formação de Actores do CENDREV – Centro Dramático de Évora em 2001. Bacharelato em Teatro Interpretação e Licenciatura em Estudos Teatrais pela ESMAE – Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo – Porto em 2006. Como actor tem trabalhado com diferentes encenadores e directores.

É membro fundador da PELE_Espaço de Contacto Social e Cultural, onde tem integrado e dirigido vários projectos Artísticos de cariz Comunitário. Colaborou com o Serviço Educativo do TNSJ – Teatro Nacional São João, no projecto “Domingos no Teatro”, 2013.


Maria João Mota - PELE

Nascida no Porto em 1979, é Pós-Graduada em Teatro, uma ferramenta na intervenção em contextos sócio-educativos (FPCEUP) e em Direitos Humanos e Democratização (FDUC).

Frequentou o curso de Formação Intensiva para Actores em Buenos Aires em 2012. É formadora nas áreas do Teatro Comunitário, Teatro do Oprimido, Direitos Humanos, Igualdade de Género e Igualdade de Oportunidades. É Co-Fundadora da PELE, Espaço de Contacto Social e Cultural e do Núcleo de Teatro do Oprimido do Porto integrando a equipa artística de projectos comunitários desde 2007.


Rita Wengorovius - ESTC-IPL / TeatroUmano

Formada em pedagogia na Escola Superior Maria Ulrich em 1989. Formada em Teatro e Educação na ESTC- Escola Superior de Teatro e Cinema, em Lisboa. Diploma em Teatro por a Scuola de Teatro di Bologna (Italy) (2006) Mestre em Criatividade Aplicada da Universidade de Santiago de Compostela com a defesa da tese "teatro processos criativos de encenação e dramaturgia" Universidade de Santiago de Compostela (1999) Mestre em Social e Teatro Comunitário da Universidade de Turim (2013). Doutoranda pela Universidade de Torino em Teatro Social e di Comunitá. Directora do artistica do Teatro Umano (1998 -2015). Supervisor Metodológico de Teatro Umano em todos os projectos nacionais e internationais. Professor na Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa, no Mestrado em Teatro e Comunidade (2005-2015). Criador e diretor no teatro e na comunidade em um projeto de investigação, denominada 'Teatro de Identidades "a população sénior a centros de saúde, creches e Universidades Seniores (2012-2015), em colaboração a ESTC- Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa e do Departamento de Integração Social do Conselho Municipal da Amadora. Investigadora do Centro de Investigação de Teatro da Universidade de Torino . Estudou e trabalhou com Augusto Boal, Eugenio Barba, Peter Brook, Barbieri Corsetti, Nelson Rodrigues, João Mota, Pina Bausch, Eugenio Fava.

 

Ver aqui a documentação adicional que está disponível para download.

Todas as dúvidas, questões ou informações: eirpac2015@gmail.com

--

The International Research Meeting on Community Arts Practices (EIRPAC) will take place in Porto, Portugal, September 2015. The meeting aims to analyse the artistic nature of community projects in the international context, identifying their social and cultural roles, the aesthetic forms used, and the ethical issues raised. It also seeks to promote partnerships between similar projects and deepen academic research models in community art practice.

The call for papers is currently open, and the organising committee welcomes proposals for oral presentations, workshops and posters. Proposals must be sent to: eirpac2015@gmail.com.

 

Presentation

 

The International Research Meeting on Community Arts Practices (EIRPAC) is organized by Instituto de Estudos de Literatura e Tradição (IELT) of the Universidade Nova de Lisboa, Universidade de Évora, ESMAE / Instituto Politécnico do Porto, PELE – Espaço de Contacto Social e Cultural inside the MEXE_III International Community Art Meeting.

This scientific meeting will be held on September 9th and 10th 2015, in Porto, Portugal.

In the last decade these practices have been acquiring importance within the contemporary artistic creation. More than ever we need relevant academic research in this field, understanding these as inseparable of performative practices and social and cultural experiences of communities.

The EIRPAC aims to reflect the diversity of community art practices research and should include both the spaces of more systematic academic reflection, as well as spaces for sharing perspectives and exchange experiences in a more informal register:

. Two plenary lectures by respected international experts: Eugéne Van Erven and Marcia Pompeo Nogueira (confirmation pending);

. Two sessions of working groups - Themes / axles / artistic areas and community settings streamlined by national and international experts in accordance with the aspects of each working group;

. Free Communications / posters / panels - are accepted modes of communication, workshops and posters under the reflection / research community art practices in different areas, namely: theater, dance, music, circus, performance, painting, sculpture, video, photography, installation;

. Welcome Session

. Plenary Session: led by rapporteurs of the various working groups;

. Closing Session

. Given the flowing energy from the simultaneity of the EIRPAC and MEXE_III will be also take place: shows / performances, videos/documentary and exhibitions at the edge of community arts, followed by a discussion with the participants.

 

Aims

 

· Investigate community arts practices in the international context, identifying the social role and the aesthetic forms used;

· Promote exchanges and partnerships between national and international community art projects;

· Analyse the artistic performances that reflect Cultural, Social and Community transformation processes;

. Stimulate research and creation of critical and scientific thinking on community art projects;

. Analyse the questions concerning the ethical and policy to be adopted in the artistic intervention in the community;

. Deepening of academic research development model in community arts practices.

 

Timeline

 

March 24, 2015: Announcement of the Meeting. Opening of the period to receive papers, workshops and posters proposals.

May 30, 2015: Date of proposals reception range.

June 10, 2015: Announcement of approved proposals and norms.

July 1: Opening of registrations - price of 10€ for speakers (including a ticket for one of the running shows); free entry for the general public;

August 15, 2015: Submission Deadline of papers to be include in the Proceedings.

August 15, 2015: Release of the preliminary program of the meeting

September 1, 2015: Public announcement of the final program of the meeting.

September 9 and 10 2015: Meeting (EIRPAC)

 

Application

 

To participate, you should submit the proposals in portuguese/spanish/english to the email: eirpac2015@gmail.com:

• Full title of the paper;

• Abstract of 250 words;

• Name, e-mail, institutional affiliation and position held;

• biography of 150 words.

Scientific committee

Ana Paula Guimarães - IELT-UNL
Antonio Prieto Stambaugh - Universidad Veracruzana / Hemispheric Institute of Performance Politics
Ariana Cosme - FPCE-UP
Armando Nascimento Rosa - ESTC-IPL / CIAC
Clara Sarmento - IELT-UNL / ISCAP-IPP
Cristina Chafirovitch - CIAC
Domingo Adame - Universidad Veracruzana / Centre International de Recherches et Études Transdisciplinaires (CIRET - Paris)
Hugo Cruz - IELT-UNL / PELE / ESMAE-IPP
Isabel Bezelga – Universidade de Évora / IELT-UNL
Isabel Menezes - FPCE-UP
Lucilia Valente – Universidade de Évora / IDEA
Madalena Vitorino - Choreographer and teacher
Marcia Pompeo Nogueira - Universidade do Estado de Santa Catarina
Marina Henriques - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Ramón Aguiar – IELT-UNL / Pythagoras Institute
Teresa de Eça - APECV / NEA - i2ADS

Organizing committee

Anabela Gonçalves - IELT-UNL
Claire Binyon - ESMAE-IPP
Claudia Andrade - ISPA
Hugo Cruz – IELT-UNL / PELE / ESMAE-IPP
Isabel Bezelga - Universidade de Évora / IELT-UNL
João Pedro Correia - PELE
Maria João Mota - PELE
Rita Wengorovius - ESTC-IPL / TeatroUmano

Secretariat

Carolina Vilardouro - IELT-UNL

 

All doubts, questions and information: eirpac2015@gmail.com