Pedro Prista

 

Doutorado em Antropologia pelo ISCTE onde ensina desde 1984 e de cujo departamento de Antropologia é atualmente diretor. A sua atividade enquanto investigador iniciou-se no conhecimento pessoal do grupo do Museu de Etnologia no início dos anos 70 e tem incidido sobre a sociedade tradicional portuguesa em contextos de mudança, tais como a emigração, o turismo e os problemas ambientais. Efectuou trabalhos de campo no Sul de Portugal, com destaque para o Algarve e Sudoeste Alentejano. Tem trabalhado sobre o legado do Centro de Estudos de Etnologia/Museu de Etnologia e sobre o património etnológico em Portugal (sobretudo arquitetura vernacular), desenvolveu programação para museus e é autor ou colaborador em vários projetos apresentados para o Algarve e Alentejo. Tem explorado temas nas áreas da etnopsiquiatria e dos processos criativos em arte e investigação científica.