beylikdüzü escort avcılar escort Colóquio João Botelho

Colóquio João Botelho

O Colóquio João Botelho: “Filmo um texto como se fosse um rosto” realiza-se nos dias 23 e 24 de setembro no Colégio Almada Negreiros.

Tanto a literatura como o cinema inventam territórios onde as margens entre ficção e realidade oscilam em areias movediças, onde os limites da linguagem estão a ser postos em causa. O cinema de João Botelho empenha-se em procurar esses ângulos novos para pensar a realidade, para inventar novos mapas do sentir, novos modos de perceção, novas subjetividades.

Botelho encontrou, nos textos literários e nas obras de vários artistas plásticos, as palavras e as imagens que concretizavam o destino da obra de arte moderna, isto é, que recusavam o paradigma da representação e a relação entre modelo e cópia que este pressupõe, e se votavam antes a uma experimentação livre que visava atingir uma vida mais plena, mais intensa.

Desde a estreia, em 1981, no Festival de Cannes, do filme Conversa acabada, onde encena a amizade entre Fernando Pessoa e Mário de Sá-Carneiro, a relação do João Botelho com a literatura vai ampliando, continuamente, o seu território: assim, atravessa Tempos difíceis a partir do romance Hard times, for these times de Dickens; passa por Almeida Garrett, para ler Frei Luís de Sousa em Quem és tu?; invoca Jacques, Le Fataliste, no filme quase homónimo, O Fatalista; visita Agustina Bessa-Luís em A Corte do Norte; regressa a Pessoa/Bernardo Soares em Filme do Desassossego; imagina Eça, em Os Maias. Ao filmar um texto literário, um filme não consegue evitar pô-lo em contacto/em confronto com outras materialidades (o som, a imagem), outras artes (a música, a pintura, o desenho, a dança), outras experiências do real. O que o cinema filma é exactamente esse espaço, essa diferença, essa vida ampliada. No filme Os Maias, por exemplo, a pintura de João Queiroz é um elemento decisivo dessa reconfiguração de mundos. E é também uma maneira de interrogar os textos literários a partir do presente, recomeçando, no entanto, do zero. Botelho costuma referir muitas vezes: “Filmo um texto como se fosse um rosto”.

Programa completo aqui e livro de resumos aqui.

Recent Posts
izmir escort bayan izmir escort bayan izmir escort bayan izmir escort bayan denizli escort bayan antalya escort antalya escort ankara escort bayan Ankara escort ankara escort izmir escort bayan izmir escort bayan
pendik escort
maltepe escort kadıköy escort kartal escort ataşehir escort pendik escort bostancı escort göztepe escort anadolu yakası escort
betexper
tuzla escort beylikduzu escort dosemealti escort bahcelievler escort belek escort
gaziantep escort antep escort porno
adana escort ankara escort antep escort aydin escort bursa escort denizli escort diyarbakir escort eskisehir escort kayseri escort kocaeli escort konya escort malatya escort
sakarya escort bayan sakarya escort escort sakarya serdivan escort bayan adapazarı escort webmaster forumu
porno izle