Faleceu Ana Maria de Freitas

É com muito pesar que comunicamos o falecimento da nossa Colega e Amiga Ana Maria de Freitas. Honra-nos a sua trajetória científica e o convívio fraterno desenvolvido ao longo do tempo. As nossas mais sentidas condolências.

Doutorada com uma tese sobre a escrita policial de Pessoa, O Fio e o Labirinto, publicada em 2016 pela Colibri, era investigadora do Instituto de Estudos de Literatura e Tradição e integrava a equipa do projeto “Modernismo Online: Arquivo Virtual da Geração de Orpheu”.

“Penélope, com as saudades de Ulisses a comerem-lhe o coração, recebe o conselho de uma divindade e coloca no seu palácio um grande tear para nele tecer uma teia fina e excelsa, de fios leves como o vento. E assim aprende a controlar a Moira funesta da Morte, do Destino e do Tempo” Ana Maria Freitas, A aranha e o pescador: malhas de duas redes.

Sugestões