Doutoramento em Antropologia: Políticas e Imagens da Cultura e Museologia

Encontram-se abertas as candidaturas para o Doutoramento em Antropologia: Políticas e Imagens da Cultura e Museologia. Este é promovido pela NOVA FCSH e pelo ISCTE em articulação com três centros de investigação: o Centro em Rede de Investigação em Antropologia (CRIA), o Instituto de Etnomusicologia – Centro de Estudos em Música e Dança (INET-md) e o Instituto de Estudos de Literatura e Tradição (IELT).

Esta é 4ª edição deste Doutoramento, depois da sua criação em 2013 no âmbito dos programas doutorais de excelência da FCT. Este visa fornecer uma aproximação simultaneamente diversificada e crítica aos processos contemporâneos de produção, reprodução e difusão de formas culturais. Centrado na pesquisa interdisciplinar, o programa aborda temas como as fronteiras porosas entre património material/imaterial, património natural/cultural, património e artes, o papel dos museus e do turismo na objectificação da cultura, a circulação e reescalonamento de expressões culturais, a relação entre formas materiais e imateriais de expressão cultural, o estudo do ritual e outras performances culturais, e a gestão política do património.

A par da incidência nas práticas culturais e no Património Cultural em Portugal, o programa abre-se também a outros contextos de pesquisa em diferentes eixos geográficos, bem como à relação entre património, cidadania e cosmopolitismo, transnacionalismo, relações internacionais e diplomacia cultural.

Mais informações aqui.

Sugestões