Inês de Ornellas e CastroPatrimónio imaterial e imaginário simbólico

Professora convidada na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da UNL, onde leciona Latim. Doutorou-se em Língua e Cultura Latina na Universidade Nova de Lisboa (2007) com a tese, publicada pela Harmattan (2011), De la table des dieux à la table des hommes. La symbolique de l’alimentation dans l’Antiquité romaine. É autora de várias traduções de autores Gregos e Latinos e de artigos sobre a história cultural do corpo e da alimentação na Antiguidade e Época Moderna. Trabalhou sobre a escrita em Latim no feminino (do Renascimento ao século XVIII) e tem vindo a traduzir tratados de medicina em Latim, em particular sobre bromatologia, de autores portugueses dos séculos XVI e XVII. Pertence a quatro redes de investigação internacionais e tem participado em vários projetos, três dos quais em curso. É co-coordenadora com Carmen Soares do projeto luso-brasileiro DIAITA- Património Alimentar da Lusofonia. [Produção científica do investigador]