Maria Teresa Perdigão

 

Antropóloga. Iniciou as suas pesquisas nos cultos de religião popular, designadamente, o da Santa da Ladeira do Pinheiro (Torres Novas). Estudou as festividades em Portugal, o Teatro Popular e o Auto de Florípes, nomeadamente na aldeia das Neves (Viana do Castelo) e na Ilha do Príncipe. Alguns temas de investigação: saberes-fazer e as suas conexões com as culturas locais, os têxteis e o trabalho feminino em comunidades como Santo Amaro, na ilha do Pico (Açores), os hábitos alimentares ligados às festividades, em Portugal Continental e Ilhas. Publicou livros e artigos em todas estas áreas. É autora da monografia Doçaria Açoriana – Da História que os Gestos Contam. [Produção científica do investigador]